[LIVRO] Meu Amigo Dahmer, de Derf Backderf (resenha).

Assassinos em série estão numa tênue zona fronteiriça entre a sanidade e a loucura. Convivem em sociedade, como pessoas normais, mas são incapazes de estabelecer vínculos afetivos com suas vítimas. Para eles, não há remorso em seus crimes. São pessoas insensíveis com o próximo, não têm piedade, paixão ou altruísmo.